Manutenção: Por que investir na análise físico-química de óleo isolante?

O óleo isolante é um fluido estável utilizável em equipamentos elétricos como transformadores, reatores de potência, capacitores de alta tensão e outros.

Ele é essencial para a manutenção de transformadores elétricos de grande porte, pois ele aumenta a vida útil dos equipamentos. Sua principal função é de isolamento elétrico, refrigeração e extinção de descargas parciais.

Continue a leitura para saber mais.

O que é a análise físico-química?

A análise físico-química tem como função garantir a qualidade do óleo isolante. Um fluido de baixa qualidade ocasiona diversos prejuízos para todo o sistema. Seu uso pode provocar desde apagões até acidentes de trabalho por conta de superaquecimento nos dispositivos.

Por que investir na análise?

A análise físico-química é um dos itens fundamentais da manutenção preditiva. Ao executar a análise é possível verificar se o equipamento foi comprometido com as alterações químicas do óleo isolante. Em contato com metais, a oxidação do óleo, que ocorreria de modo natural, se acelera. Isso pode acontecer também por causa de umidade elevada e calor excessivo.

Também conseguimos prever quando há necessidade uma nova aplicação de óleo ou há probabilidade de acontecer um vazamento. A maior parte dos óleos é tóxica ao meio ambiente e aos humanos, por esse motivo é importante se atentar a isso.

O principal benefício da análise em uma manutenção preditiva é a diminuição de custos de aquisição de equipamento e de materiais, como o próprio óleo. Em uma época de incerteza econômica, qualquer economia é bem-vinda.